sábado, 22 de janeiro de 2011

Um pé lá outro cá....

É comum irmos à igreja e antes de começar, ou até mesmo durante o culto, vemos o pessoal combinando aonde ir. Sempre há opções... as vezes a uma lanchonete, outras na casa de alguém ou até mesmo a algum show secular. Sempre há opções que deveriam ser adversas a um cristão! Falo por experiência própria, pois infelizmente já fui “promoter” desses convites, e hoje arrependido e envergonhado disso, escrevo o post abaixo.

Bem, eu seria muito radical se me atrevesse a perguntar se o lugar que você vai edifica a sua vida cristã?

Ouvimos constantemente de membros de igrejas Evangélicas indo naturalmente a shows seculares, a boates e a festinhas. Principalmente na época da faculdade onde o contato com outros nichos da sociedade (classe social, tribos, etc) são muito maiores e conseqüentemente os convites. Sempre utilizam algum argumento: estou indo para apreciar o que é feito de bom; se todo mundo vai porque não posso ir? Quero ser feliz e curtir! Que mal tem? Tudo foi criado por Deus, o diabo é quem roubou e utiliza.  


Por que insistimos em ver, andar, acompanhar as coisas deste mundo? Em I João 2:15-17 fala que não somos do mundo e que se estamos no mundo o amor de Deus não está em nós. E como iremos nos encher do Espírito Santo de Deus se estamos cheio das bobagens desse mundo? Como disse, passei anos indo a igreja me achando um cristão e não achando mal algum em ir a estes lugares. Não sabia ou não queria entender que ser cristão é ser santo, separado para Deus! Hoje, posso dizer com toda a certeza, que se você não está vendo nenhum problema em ser cristão e freqüentar estes lugares é hora de você se preocupar muito com sua salvação!

“Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.” Tiago 4. 4

Ficar com um pé lá e outro cá não é sua melhor opção! Em Apocalipse 3:16 fala que se formos mornos, seremos banidos da presença de Cristo. 
Uma ilustração clara desta passagem é um conto que fala sobre um rapaz que estava em cima do muro, de um lado era o Céu e do outro o inferno. Do lado do Céu todos gritavam para ele descer, e do lado do inferno ninguém dava a mínima para ele. Até que ele, curioso, perguntou ao diabo que estava perto: "Porque ninguém insiste para eu descer desse lado?" e ele, todo “sorridente” e “simpático”, respondeu: "É porque o muro é meu!".  Dentro dessa situação de qual lado você está? Do lado de Jesus, do outro lado, ou simplesmente em cima do muro?

Lembre-se do que o Apostolo Paulo disse em 2 Coríntios 6:14-7:1:

“Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos; porquanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniqüidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas? Que harmonia, entre Cristo e o Maligno? Ou que união, do crente com o incrédulo? Que ligação há entre o santuário de Deus e os ídolos? Porque nós somos santuário do Deus vivente, como ele próprio disse: Habitarei e andarei entre eles; serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. Por isso, retirai-vos do meio deles, separai-vos, diz o Senhor; não toqueis em coisas impuras; e eu os receberei, serei vosso Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso. Tendo, pois, ó amados, tais promessas, purifiquemo-nos de toda impureza, tanto da carne como do espírito, aperfeiçoando a nossa santidade no temor de Deus.”

Todos os dias somos "tentados" a fazer alguma coisa que desagrada a Deus, muitas das vezes involuntariamente, mas às vezes, infelizmente, fazemos voluntariamente. A Bíblia relata fatos de pessoas que cometiam pecados e após sua conversão deixaram de fazer ou cometer esses atos que desagradavam a Deus, ex.: Zaqueu o cobrador de impostos (Lucas 19), Paulo o perseguidor dos cristãos (Atos 9). Nessas passagens podemos ver o quanto eles mudaram, Zaqueu devolveu em quádruplo o que alguém reclamasse ter sido lesado por ele. Paulo (antes chamado Saulo) de perseguidor passou a perseguido, pois, começou a anunciar a salvação em Jesus Cristo. Podemos ver mudanças enormes na vida desses dois, então pergunto: Por que nossa vida não muda 100% como nos relatos bíblicos?

"Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida." João 8:12.

Deus te convida a um relacionamento profundo e este relacionamento envolve sua vida de tal forma, que não há espaço para as coisas do mundo... Ele te dá a luz da vida, você saberá muito bem o que é luz, não se confundirá com trevas... A nova vida te dá novos valores e a única coisa que será suficiente em sua vida é Jesus Cristo.

Em Cristo,
Vitor Hugo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...