sábado, 22 de janeiro de 2011

Uma cristã que se converte!


Deus me deu o privilégio de ouvir sua palavra desde pequena, quando era levada por minha irmã mais velha a uma igreja. Pude logo cedo aprender a orar, ler a bíblia e a louvar. Mas lembro-me de fatos um pouco opostos na minha vida de criança cristã: dias sentava em um balanço e entoava cânticos a Deus, mas um período não queria de modo algum ir a igreja; de quando tinha uns 9 anos ajoelhar chorando muito e pedir pra Deus me transformar, como uma música que sempre cantava pedi pra Jesus lavar o meu coração, contudo muitas vezes sentia um medo muito ruim quando ia ler a Bíblia... Duas mensagens ficaram registradas, escutei aos 12 anos em um retiro: Uma era o CAFÉ do crente – Amar a Deus com todo o CORAÇÃO, ALMA, FORÇA E ENTENDIMENTO; e outra mensagem que falava que quando entregamos a vida para Deus, Ele nos segura de tal forma que nada nos tirará de suas mãos (lembro-me do preletor envolvendo um giz com a mão, apertando muito forte e falando: É assim que Deus faz com você). Neste mesmo ano mudei do Paraná pro estado de São Paulo.

Na minha adolescência ia com mais freqüência a igreja, participava ativamente e tocava no louvor. Fui batizada aos 14 anos, mas havia muitas questões que me inquietavam. Questionava-me sobre minhas atitudes como cristã. Questionava a Deus o por que a igreja de hoje estar tão distante de seus ensinamentos, por que era tão diferente da Igreja de Atos. O por que não sentia diferença em minha vida. Um dia escutando um testemunho de como Deus tinha transformado a vida de um ex-dependente químico eu orei que queria sentir uma gratidão maior pela salvação, um amor mais profundo por Deus, como aquele moço apresentava. Lembro muito bem de meus pensamentos quando ouvia o testemunho... queria ter uma experiência assim, sentir uma diferença causada por Jesus. Mas o que Jesus mudaria em minha vida? Era uma cristã que o servia e aos meus olhos não via muita coisa a ser mudado no meu coração.


Os anos se passaram... As questões sobre a vida religiosa só cresciam até o ponto de não conseguir ir à igreja. Nas raras meditações que fazia, Deus falava comigo sobre coisas que conflitavam com a realidade da igreja que eu ia, nisto pensava que era perseguição minha. Mas comecei a receber pelo correio um livrinho chamado Nosso Andar Diário da RBC (até hoje não sei quem enviou meu endereço, mas sei que foi Deus que conduziu). As meditações diárias confirmavam o que Deus estava falando ao meu coração. E então, para não deixar dúvidas meu namorado (atual marido) e eu fomos a um retiro onde Deus falou claramente “Transformai-vos pela renovação de vossas mentes” (Romanos 12:2). Voltamos à igreja que íamos renovados, com novos propósitos... mas o balde de água fria veio rápido, não conseguimos continuar. Neste tempo construímos nossa casa, podemos presenciar milagres de Deus e logo casamos. Não conseguíamos ir à igreja e nos sentíamos traindo quando somente pensávamos em ir a outras... Então passamos 4 anos sem ir à igreja que nos batizamos... Orava para Deus nos direcionar a uma igreja segundo a sua vontade, mas nas poucas que visitamos saia angustiada; era como se tivesse sede, mas não encontrasse água.

Sentia que devia ajoelhar e orar, mas nem isso mais conseguia. Estava fraca, me sentindo no fundo do posso. Na carreira ficava realizada, mas estava tão mal que pedi demissão. Fazia o possível para minha família não perceber, mas não via mais solução para minha vida. Muito angustiada ajoelhei e clamei a Deus por um milagre na minha vida e na de meu marido!! Então meu marido foi chamado para fazer uma entrevista em uma empresa do bairro Batel em Curitiba/PR – e quando criança ouvia sempre minha irmã e minha avó falar sobre a Igreja Batista que ficava no bairro Batel. Acessamos ao site da PIB de Curitiba e começamos a escutar todos os dias as mensagens e participar dos cultos ao vivo. Deus me resgatou do fundo do poço, me deu água e pão. Em sua infinita misericórdia começou a falar claramente, tirar os espinhos e tratar as feridas! Como quem acha água no deserto, passava horas ouvido as mensagens e muitas ouvia várias vezes. Meu marido ficou desempregado e passamos 80 dias ouvindo a palavra de Deus, lendo a Bíblia e orando. Foi um tempo totalmente separado por Deus!

Hoje experimento uma gratidão jamais sentida por minha salvação! Tudo ficou mais claro, os hinos fazem mais sentido e a Bíblia mais viva! Sei que Jesus Cristo estava em todo momento ao meu lado, mas me chamando a um amor mais profundo... Conhecê-Lo não de ouvir falar, mas de com Ele andar!!! Me converti... a amar a Deus com Todo o CORAÇÃO, ALMA, FORÇA E ENTENDIMENTO!  

Sei que a obra em minha vida apenas começou, pois quanto mais chego à presença do Senhor, mais sua santidade revela o quanto sou uma miserável pecadora que depende totalmente de sua graça!

“Estou plenamente certo de que aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus.” Filipenses 1.6

Louvores sejam dados a Deus por tudo que Ele fez, tem feito e fará em nossas vidas!

Em Cristo,

Jackeline.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...