terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Tantas Doutrinas...



               Cada um faz o que acha ser certo. No entanto não seria mais fácil e garantido perguntar a Deus o que é certo e como deve ser feito?
           
            Talvez nos falte humildade de perguntar a Deus se a adoração que oferecemos lhe tem agradado... Nosso livre acesso a Deus nos permite isso! Como é bom vencer a imperfeição humana através da humildade de perguntar ao Pai o que devemos fazer.  
           
            Sim, perguntar ao Pai até sobre aquilo que nos parece óbvio.  Se o que estou fazendo é o certo. Esta comunhão com o Pai também nos permite perguntar se temos falhado em algum ato ao realizar a ceia, se temos realizado o batismo como Ele quer que realizemos, se temos amado nosso irmão como Ele espera que amemos, se temos amenizado ou desviado de sua verdade, se temos realizado os cultos como lhe agrada, se temos buscado ser igreja como Ele quer que busquemos ser...
           
            Mas há tantas certezas nossas que nos deixa incertos a perguntar tudo ao Pai. Coisas tão enraizadas em nossos corações...

          Você abriria mão daquilo que você acha ser o certo por aquilo que Deus afirma ser o certo??
            Você abriria mão de sua ideologia pela ideologia que Deus tem pra você??
            Você abriria mão de sua tradição pela tradição que Deus quer pra você??
            Você e eu precisamos aprender muito com o erro dos fariseus...


         Nunca pense que é o outro que precisa perguntar ao Pai, vá você rapidamente e pergunte a Ele. Nunca pense que o outro está errado, mas tenha a humildade de perguntar ao Pai se não é você que está errado. Saiba que, a sinceridade sua em fazer o que você julga ser o certo é a mesma sinceridade que outras pessoas empregam em fazer o que você julga ser o errado.

            Sei que o único caminho não é defendermos nossos pontos de vista, mas perguntarmos a Deus o seu ponto de vista! E saiba que chegará a vez em que você deverá ceder e não o outro. Ceder, submeter-se... ser flexível a vontade do Pai!


Jesus lhes respondeu, e disse: A minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou. Se alguém quiser fazer a vontade dele, pela mesma doutrina conhecerá se ela é de Deus, ou se eu falo de mim mesmo. Quem fala de si mesmo busca a sua própria glória; mas o que busca a glória daquele que o enviou, esse é verdadeiro, e não há nele injustiça. - João 7:16-18

Em Cristo,
Jackeline.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...